HORÓSCOPO INDÍGENA BRASILEIRO

 

PERSONALIDADE DO SIGNO DE SEREIA


Coiré ou Mboiré é uma divindade naga regente do mês de setembro e representa o elemento água. A astrologia brasileira apresenta Mboiré como uma divindade feminina, telúrica, ajudante ou auxiliar do Deus Rudá, a Terra. Figura mitológica indígena representada pela lua cheia ou como uma serpente da lua cheia. A representação mais significativa deste arquétipo mitológico, valendo para o signo de sereia, é a de uma serpente com rosto feminino cuja ponta do rabo enrosca-se na lua e o rosto feminino suavemente encosta na face da Terra. Diz a lenda que nas noites de lua cheia a sereia Mboiré desce do céu e entra em espírito no coração dos homens e das mulheres para fazê-los sentir saudades das pessoas amadas e das coisas boas que foram vividas. Sereia é símbolo das boas lembranças. Tem como função arquetípica despertar no coração humano saudades da pessoa querida e manter acesa a chama do amor. Representa a devoção, a beleza e o despertar do amor. Ligada ao serviço de Rudá, o Deus do Amor e da Fecundidade, Mboiré desperta na humanidade o lado sentimental e puro do sonho da felicidade amorosa. Deve, portanto, a pessoa do signo de sereia, para viver equilibrada, alimentar seus sonhos, envolvê-los com saudade, mantê-los na lembrança e transferindo para eles os seus melhores sentimentos de afeto e carinho. Setembro é o mês da lua cheia, da devoção, da beleza e da sereia.