HORÓSCOPO INDÍGENA BRASILEIRO

 

PERSONALIDADE DO SIGNO DE CEGONHA


Divindade telúrica regente do mês de dezembro, representante do elemento ar e ministro auxiliar do Deus Rudá, Terceira Pessoa da Trindade Tupi e representante da Casa Astral Terra. Simbolizado pela lua crescente e valendo como uma ave, um anjo, na verdade uma divindade naga ligada ao Deus do Amor, Guanumbi tem como função conduzir e orientar no plano astral as almas recém desencarnadas, pois a tradição indígena diz que as almas das pessoas mortas vão morar primeiro na flor, isto é, entram no plano dos sonhos, e Guanumbi quando beija as flores na verdade não está tirando o mel simplesmente, mas tirando as almas ali encontradas, levando-as em seguida para o paraíso ou para o inferno, de acordo com o merecimento de cada uma. Guanumbi, portanto, tem a função de uma cegonha que leva os mortos para uma nova vida no plano astral. Tem também como função defender as aves e, por extensão, a função ecológica de proteção do espaço contra a poluição. Razão pela qual as pessoas do signo de cegonha fazem bem de observar e absorver a personalidade de Guanumbi, organizando como filosofia de vida a defesa do espaço, do ar, das aves, da proteção e da orientação aos que ainda não possuem um certo discernimento sobre a vida e sobre a morte, servindo como guias. Mandamento de Guanumbi: Não poluir a atmosfera da terra e conduzir as pessoas para um estado de consciência melhor e mais evoluído. Veja mais